Bexpo

Como uma empresa pode ser inovadora como o Google?

"Ser inovador como o Google? Ah sim, eu gostaria muito que minha empresa fosse, mas não podemos nos comparar a eles".

Escutei esta frase de um empresário que está preocupado com as mudanças que vêm ocorrendo no mundo dos negócios e seus respectivos impactos no mercado e na sobrevivência de sua empresa.

De fato, há poucas empresas que podem ser comparadas com o Google, assim como a minha e possivelmente a sua (salvo sua empresa ter se tornado gigantesca durante a publicação desta matéria). Porém, realmente não podemos ser inovadores como o Google?

O próprio Google responde esta: sim você pode! Ao longo dos anos de crescimento da empresa e, também, a partir de relacionamentos e apoio a Startups vinculadas ao Google Ventures, o Google desenvolveu uma metodologia de concepção e criação chamada Google Design Sprints.

Esta metodologia, baseada nas práticas de Design Thinking, permite às empresas executarem processos rápidos de criação e validação de ideias utilizando ciclos de 5 dias, com passos sequenciais bem definidos e delimitados, permitindo em um curto espaço de tempo, entender o problema, esboçar algumas soluções, decidir/escolher a melhor dentre as soluções, prototipar e testar a efetividade da mesma. Isso de uma forma muito dinâmica, apoiada em conceitos como idealização, co-criação, experimentação.

Neste momento de muita pressão por inovação, agilidade, lançamento rápido e contínuo de melhores produtos e serviços, saber com antecedência se algo vai funcionar ou não soa como música para os ouvidos certo? Esta metodologia traz alguns ganhos, mas, provavelmente o principal deles é permitir que você e sua empresa experimentem suas ideias e escolham a melhor dentre as alternativas possíveis, para então, investir seu tempo e orçamento com aquilo que realmente possa trazer ganhos e inovação ao seu negócio. Já pensou perceber ao final de um projeto que sua ideia é inadequada para a solução da necessidade levantada? (provavelmente isto já deve ter ocorrido em algum momento na sua empresa).

O conceito experimentação por trás das Design Sprint auxiliará e muito a sua organização ou sua área a efetivamente investir naquilo que acredita e com maior grau de certeza e possibilidades.

Mas atenção: como ocorre com muitas metodologias e soluções “mágicas” que aparecem de tempos em tempos, um simples "CTRL C + CTRL V" pode não funcionar perfeitamente para sua empresa. É necessário entender o momento atual e as necessidades reais de sua empresa para criar seu jeito próprio de ser inovador, criar e fazer acontecer. Minha sugestão é: baseie-se no modelo de Design Sprints, aprenda, execute, ajuste e crie seu próprio jeito de inovar. Só assim você estará a frente de seus concorrentes!

Ficou interessado? Então sugiro começar pelo livro "Design Sprints o método usado no Google para testar e aplicar novas ideias em apenas cinco dias".

Por último, é óbvio, mas necessário dizer que a premissa para que o uso desta metodologia tenha efetividade é o apoio dos executivos da empresa. Há também a necessidade do correto entendimento dos conceitos, passos e dinâmicas sugeridas. Um caminho possível é aprender fazendo: escolha uma pequena necessidade ou oportunidade e rode uma Sprint e, caso precise de apoio, a Bexpo também pode lhe ajudar neste desafio. Entre em contato conosco!